Transporte público

No Rio de Janeiro, ônibus terão frota extra durante JMJ

As linhas de ônibus da cidade do Rio de Janeiro terão reforço na frota para atender peregrinos durante a JMJ Rio2013

Arquidiocese do Rio de Janeiro

Os peregrinos que moram em cidades vizinhas ao Rio de Janeiro poderão ir à Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013 utilizando o transporte público regular. Haverá ônibus intermunicipais extras disponíveis durante o evento, de acordo com o Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro). A instituição não recomenda que os peregrinos do estado contratem ônibus fretados e orienta que utilizem as linhas regulares para desafogar o trânsito.

No estado, há 9.411 ônibus em 1150 linhas regulares rodoviárias e urbanas, além de 2.867 ônibus de fretamento e 112 linhas com 578 vans, das quais 458 vans são na Região Metropolitana com 50 linhas. Há ônibus extras que correspondem a 10% da frota. De acordo com o Detro, o percentual é a reserva técnica exigida às empresas. No entanto, há ainda, a critério do operador, a possibilidade de haver remanejamento de veículos de uma linha onde a demanda esteja menor para outra que apresente crescimento.

Os ônibus intermunicipais deverão parar nos pontos e terminais já autorizados para as linhas. Segundo as informações do Detro, eles farão seu itinerário normal no Rio de Janeiro a menos que haja algum desvio de trânsito por parte da prefeitura.

As passagens das linhas intermunicipais podem ser compradas com até 30 dias de antecedência. Os ônibus das linhas convencionais são pagos na hora ou pelo bilhete único.

No caso da contratação de veículos de fretamento, o ideal é que seja feito junto a empresas credenciadas, que obedecem todas as regras estabelecidas para o serviço. A lista de empresas pode ser conferida no site do Detro.

Pontos de parada

As linhas intermunicipais rodoviárias param no Novo Rio e Menezes Cortes. Aqueles que trafegam entre municípios da Região Metropolitana têm ponto final de parada no Menezes Cortes, Américo Fontenelle (Central), Passeio, Praça XV e Terminal da Alvorada na Barra, além dos pontos de parada intermediários ao longo do percurso.

Há ainda linhas também que têm ponto final em bairros cariocas como Méier, Cascadura, Vila Isabel, Pavuna, entre outros. Chegando ao destino, os peregrinos terão que fazer integração com o trem ou o metrô ou com ônibus municipais.

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.