Semana Missionária na Arquidiocese de São Paulo

Cerca de 10 mil peregrinos estrangeiros estarão em São Paulo nos próximos dias

Da redação
Alessandra Borges

No mês de julho, o Brasil receberá jovens do mundo inteiro para participar da Jornada Mundial da Juventude com o Papa Francisco. Junto aos preparativos para JMJ, também acontecerá, nas 276 dioceses brasileiras, a “Semana Missionária”, ou seja, é a oportunidade de as paróquias do Brasil se organizarem para acolher os jovens estrangeiros que virão para o encontro com o Papa.

A Semana Missionária será realizada entre os dias 16 a 20 de julho; logo, todas as dioceses prepararam uma programação especial para acolher os peregrinos estrangeiros.

No Estado de São Paulo, 33 dioceses ficarão responsáveis por organizar as atividades missionárias e pela hospedagem destes jovens. A Arquidiocese de São Paulo acolherá, durante a Semana Missionária, cerca de 10 mil jovens de 54 países. Segundo o assessor arquidiocesano do setor da juventude de São Paulo, padre André Torres, os peregrinos serão acolhidos nas paróquias e divididos entre as famílias acolhedoras para que, juntos com a comunidade local, possam viver a proposta da semana: espiritualidade, cultura e solidariedade missionária.

“A partir das paróquias, eles vão viver estas experiências sempre com momentos de oração, adoração ao Santíssimo e partilha da espiritualidade de acordo com seus países; depois, terão atividades de solidariedade e missão no âmbito da paróquia ou da região pastoral; por fim, a possibilidade de visitar vários museus e locais culturais da cidade de São Paulo”, disse padre André.

De acordo o sacerdote, dentre todas atividades preparadas, os jovens poderão viver dois momentos de grande espiritualidade e preparação para JMJ. Cada uma das seis regiões episcopais, que compõem a região de São Paulo, fará, na sexta-feira, 19, uma vigília com os peregrinos, voluntários e as famílias acolhedoras. No sábado, 20, toda a juventude da arquidiocese de São Paulo e os peregrinos estrangeiros participarão da Missa de envio para a Jornada.

Durante a Semana Missionária, os jovens serão convidados a refletir sobre o tema da JMJ: ‘Ide e fazei discípulos entre todas as nações’ (Mt 28,19). Além desse tema central, segundo padre André, esta juventude também será convidada a partilhar sua fé, a conhecer a cultura do povo brasileiro e da região onde ele ficou hospedado.

“A JMJ, sobretudo a Semana Missionária, querem deixar uma marca, no Brasil, da solidariedade missionária dos jovens, porque estes que estão em missão também são jovens solidários. Portanto, queremos ir aos asilos, às creches, às clínicas de dependência, casas de detenção ou prisão, hospitais, ir ao encontro dos moradores de rua; e todas essas visitas têm o intuito de levar esta juventude a viver a fé e encontrar Jesus Cristo, pois também estes possuem uma sensibilidade e solidariedade missionária”, contou padre André.

Voluntários e famílias acolhedoras

A Arquidiocese de São Paulo proporcionou à equipe de voluntários e às famílias que aceitaram o convite da Igreja de acolher estes jovens peregrinos uma formação em suas paróquias ou nas regiões pastorais. Além dessa formação, o setor juventude da diocese elaborou um manual para os voluntários e famílias acolhedoras com instruções, indicações, reflexões e orações.

“Nós queremos fazer esta partilha e mostrar a nossa cultura e nosso jeito de ser, por isso é importante também que eles fiquem em casas de família e não em ginásios ou hotéis, porque, nas casas, eles poderão ver como as nossas famílias vivem”, disse padre André.

Padre André ressaltou a grande contribuição dos sacerdotes, dos jovens e das famílias acolhedoras para que a Semana Missionária seja, realmente, um momento de partilha, oração e preparação para a Jornada.

“Esta semana será um pedacinho daquilo que vai ser a Jornada no Rio de Janeiro. Vamos começar a viver esta espiritualidade, pois acredito que tudo aquilo que está sendo feito, desde agora, preparando para Semana Missionária e a vivência deste tempo, vai abrir o coração dos jovens e de todos nós para o encontro com o Papa Francisco e celebrar a nossa fé”, afirmou padre André.

Para saber como serão as atividades missionárias, na sua diocese, acesse o site da JMJ Rio 2013 – Semana Missionária.

 

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo