Expectativa

Peregrinos chegam cedo para ver o Papa a Copacabana

Peregrinos dizem que todo o sacrifício é valido para estar perto de Francisco

Jéssica Marçal
Enviada especial ao Rio de Janeiro

Há mais de cinco horas, peregrinos esperam pelo Papa, na praia de Copacabana, para participar da Via-sacra nesta sexta-feira.

O polonês Heiko Waclaw, de 19 anos, chegou ao cordão de isolamento, na avenida Atlântica, às 10h, para ver e fotografar o Pontífice de mais próximo. “Quero vê-lo, por isso o sacrifício. Tudo isso nos firma na fé”, disse Waclaw.

Desde as 10h, eles já esperam pelo Papa em Copacabana

Desde as 10h, eles já esperam pelo Papa em Copacabana. Foto: Ed Alves

Silvana, de 22 anos, também está sentada, há 4h, esperando a passagem de Francisco. Ela relatou que viveu a experiência de ficar próximo a ele, no dia de ontem, durante o circuito que o levava ao palco para a cerimônia de acolhida. Em lágrimas, a argentina disse ser um sonho indescritível e, por isso, quer que isso se repita.

A cada hora, aumenta o número de jovens em Copacabana

A cada hora, aumenta o número de jovens em Copacabana. Foto: Ed Alves

A mãe do bebê de 7 meses, Ícaro Lopes, também está próxima da grade. Ela espera que o filho seja levado ao Papa por um voluntário. “Trouxe meu filho para receber uma bênção especial. Quero que o Papa o veja e o toque.”

Os peregrinos não param de chegar, na Avenida Atlântica, para acompanhar, de perto, a passagem de Francisco e a Via-sacra.

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo