O Papa é cidadão carioca!

Papa Francisco recebe a chave da cidade do Rio de Janeiro

Papa Francisco também abençoou as bandeiras olímpica e paralímpica durante o evento.

Alexandre Oliveira
Da Redação

O Palácio da Cidade, nesta quinta-feira (25), recebeu um visitante ilustre: Papa Francisco.

A ida do Papa a uma das sedes do Governo Municipal teve início às 9h15. Ele deixou a residência onde está hospedado, no Sumaré, dirigindo-se de carro até o Palácio que fica situado no bairro do Botafogo. Chegando pontualmente às 9h45, o Santo Padre foi recebido pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. O Governador do Estado, César Cabral; o Arcebispo Metropolitano, Dom Orani Tempesta, e o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, estiveram presentes ao ato juntamente com diversas autoridades.

Também estiveram presentes ao evento pessoas de destaque no esporte nacional, como Zico, Carlos Alberto Parreira, Elano, Oscar Schmidt (que protagonizou um momento emocionante ao ajoelhar-se diante do Papa e ser abençoado pelo Santo Padre em sua luta contra um câncer no cérebro).

O ex-jogador de basquete Oscar Schmidt pede a bênção ao Papa Francisco e emociona a todos os presentes

O ex-jogador de basquete Oscar Schmidt pede a bênção ao Papa Francisco

Durante a cerimônia, o Santo Padre recebeu das mãos do prefeito Eduardo Paes a chave da cidade maravilhosa, confeccionada em prata. Este ato simbólico representa o livre acesso à cidade e se realiza, tradicionalmente, em muitas partes do mundo, a ilustres visitantes como prova de confiança.

Após a entrega da chave, o Sumo Pontífice também abençoou as bandeiras olímpica e paralímpica na cidade que também vive uma contagem regressiva para acolher os Jogos Olímpicos em 2016. As bandeiras foram apresentadas ao Papa pela nadadora Fabíola Molina e pelo jogador de vôlei Riad Ribeiro.

Com breves palavras, o Papa Francisco pediu aos presentes que rezassem por ele mais uma vez, antes de se retirar do Palácio da Cidade em direção à Comunidade de Varginha, em Manguinhos.

Essa não é a primeira vez que um Papa mostra interesse pelos Jogos Olímpicos. Papa Pio X incentivou a iniciativa do Barão de Coubertain e foi o primeiro a abrir as portas do Vaticano aos atletas. João XXIII também saudou os atletas durante os Jogos Olímpicos de Roma, em 1960. Em 2000, João Paulo II destacou os Jogos Olímpicos. Finalmente, em 2012, Bento XVI se referiu às Olimpíadas como “o maior evento esportivo, em que participam atletas de muitos países e, por isso, tem grande valor simbólico. Por isso, a Igreja Católica a vê com especial simpatia e atenção”.

Fã de futebol e torcedor do San Lorenzo de Almagro, Papa Francisco já salientou, em outros momentos, o valor do esporte como elemento de união entre as pessoas.

Em seu twitter, O Papa dirigiu a todos a seguinte mensagem: “Que o esporte seja sempre instrumento de intercâmbio e crescimento; nunca de violência nem de ódio. #Rio2013 #JMJ

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo