Testemunho dos peregrinos

O Papa renovou minha esperança, afirma religiosa

 Religiosos e religiosas; jovens, adultos e crianças. Pessoas de todas as idades foram a Aparecida celebrar a Eucaristia com o Papa Francisco

Da redação
André Alves

Religiosas registram final da celebração com o Santo Padre, em Aparecida.

Religiosas registram final da celebração com o Santo Padre, em Aparecida (SP). (FOTO: André Alves / CN)

Grande números de religiosos e religiosas, de diversas partes do Brasil, deixaram seus conventos e até a clausura para estar com o Papa Francisco em Aparecida (SP). Uma das consagradas é a irmã Luzia, que entrevistada pela nossa equipe na última terça-feira, 23, demonstrava grande expectativa para a celebração com o Pontífice, nesta quarta-feira, 24. [Leia a entrevista com a irmã Luzia]

Ao término da Missa de hoje com Papa, voltamos a conversar com irmã Luzia. A religiosa afirmou que após a celebração está com sua esperança renovada e retornará para o convento com essa semente na bagagem. “O Papa falou muito de esperança, e nas vocações religiosas é o que mais nós precisamos. Esperança de melhoras em nós mesmas para que possamos ajudar aos outros. Essa esperança levaremos para nossa missão. Estou muito feliz!”, disse.

Da mesma forma, o religioso Vanderley, do Mosteiro da Divina Misericórdia, na diocese de Marília também afirmou que teve a fé modificada pela presença do Pontífice. “Para mim, foi um reforço da minha fé, porque a presença do Papa é a presença de Deus, representado pelo seu representante [o Papa] aqui na Terra. Sua humildade e a humanidade com que ele envolve os fiéis é o que mais atrai o povo a ele”.

religiosos em Aparecida

Irmão Vanderley e irmão Gabriel após a Missa com o Papa. (FOTO: André Alves / CN)

Para o irmão Gabriel, também do Mosteiro da Divina Misericórdia, o sentimento é de realização. “Volto para casa realizado por ter estado na presença deste homem tão santo. Tudo o que ele disse é fundamental para nossa fé. Estou muito feliz”.

Irmã Berenice Armeline, da Congregação das Irmãs de São Pedro Canízio, acredita que a visita do Papa ao Santuário trará para o Brasil, sobretudo, “a pessoa de Jesus Cristo”. “Ele vem para reafirmar todo nosso povo na fé, com essa esperança de um novo tempo para a Igreja”.

Os jovens presentes no Santuário Nacional

Um grupo de jovens da cidade de São José dos Campos também marcou presença na celebração mariana com o Papa Francisco. Felipe Ângelo, 18 anos, conta como foi a experiência de estar em Aparecida (SP). “Chegamos na terça-feira, às 8 horas, na fila em frente ao Santuário. Estava garoando um pouco e muito frio. Passamos a noite na calçada, penduramos uma lona no portão da Basílica e passamos a noite lá, todo mundo junto”.

Alex foi a Aparecida junto com o grupo do Felipe e afirmou que estar com o Papa não significa um encontro com uma pessoa qualquer, mas um momento de fé. “Não estamos aqui só para vermos a pessoa do Papa Francisco, mas para ver quem ele é espiritualmente, ou seja, Pedro, o líder da Igreja. É a emoção de estar de frente com o Papa, independente de ser Francisco, Bento ou João Paulo, é por ser o líder da Igreja”.

“Para nós é uma experiência fantástica, afinal muitos jovens católicos gostariam de estar no nosso lugar nesse momento e nós temos a oportunidade de estar aqui, pertinho do Papa, de camarote praticamente”, acrescentou Felipe que participou da celebração num local bem próximo ao altar onde estava Francisco.

Jovens em Aparecida

Felipe e Alex, membros do Grupo de Jovens de São José dos Campos. (FOTO: André Alves / CN)

O primeiro encontro oficial do Papa com os jovens será nesta quinta-feira, 25, às 18 horas, durante a Festa da Acolhida, na praia de Copacabana – RJ.

Leia mais:
:: Papa Francisco promete voltar a Aparecida em 2017
:: Jovens vieram de São Paulo para ver o Papa Francisco

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo