Clima de JMJ

Peregrinos nas ruas do Rio já mostram clima de JMJ

Rio de Janeiro acolhe jovens de varias nações

Elcka Torres
Enviada especial ao Rio de Janeiro

Grupos de peregrinos do Brasil e de diversos países, já chegaram ao Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude. Neste sábado (20), alguns jovens aproveitaram o dia ensolarado para conhecer a cidade maravilhosa.

“Estou aproveitando para conhecer os pontos turísticos tão exuberantes, já que durante a Jornada vai ser um pouco mais complicado. Para mim era um sonho conhecer Copacabana”, disse Maria Ana Lopes, de Divinópolis , Minas Gerais. “Qualquer jovem se encanta com a natureza deste lugar, penso o quanto Deus vai agir”, completou Lucas Fernandes, do Ceará.

Jovens brasileiros conhecendo Copacabana/ Foto: Robson Siqueira-CN

Jovens brasileiros conhecendo Copacabana/ Foto: Robson Siqueira-CN

Francine Barreto, responsável pelo balcão de informações da Secretaria de Turismo da Cidade do Rio de Janeiro, localizado na orla de Copacabana, afirmou que o movimento na praia cresceu cerca de 70%. Para ajudar os visitantes, são distribuídos mapa da cidade, panfletos com as histórias das igrejas e uma revista Guia do Rio de Janeiro, com opções de restaurantes, lazer, hotéis, etc.

Também muitos dos voluntários, que prestarão serviço de informações durante o evento, já estão posicionados nas estações de metrô, pontos de ônibus e em vários locais da capital carioca.

Aleksandro Gruzik (polonês), Cesar Henrique (brasileiro) e VItos (Italiano) na estação do metrô/Foto: Robson Siqueira-CN

Aleksandro Gruzik (polonês), Cesar Henrique (brasileiro) e Vitor (Italiano) na estação do metrô/Foto: Robson Siqueira-CN

O polonês Aleksander Gruzik de 21 anos, participa pela primeira vez da JMJ (Jornada mundial da Juventude), como voluntário, o jovem diz viver uma experiência única. “É muito bom ser acolhido pelo povo brasileiro. E ter a possibilidade de ajudar jovens de tantas nações com a língua inglesa, fazer a experiência com este país belo, com o papa e com Deus.” Relatou GruziK.

Já o carioca Cesar Henrique Portela, 19 anos, colocou-se a disposição nestes dias de JMJ como voluntário para ajudar os visitantes de língua espanhola e inglesa. “Dando informações, já conheci jovens de vários países, é um privilegio o Brasil sediar este evento. É lindo ver a unidade e alegria dos jovens, não importa de onde venham, há um clima de unidade” garantiu Portela.

Veja mais:

:. Santa Missa celebrada por Padre Fábio de Melo – Rio Centro
:. Cidade da Fé está a todo vapor em expectativa a JMJ

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo