Entrevista no Media Center

Em coletiva, Dom Orani lembra que Rio acolhe o Papa de braços abertos

Junto com Dom Orani, o prefeito Eduardo Paes e cinco jovens de diferentes nacionalidades concederam coletiva no Media Center 

Jéssica Marçal
Enviada especial ao Rio de Janeiro

Coletiva de imprensa com Dom Orani

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, durante a primeira coletiva de imprensa da JMJ Rio2013 nesta segunda-feira, 22

A primeira coletiva de imprensa da Jornada Mundial da Juventude aconteceu na manhã desta segunda-feira, 22. Para atender a imprensa, estiveram presentes o Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta; o Prefeito do Rio, Eduardo Paes, e cinco jovens de diferentes nacionalidades.

Dom Orani destacou que este é um momento único e importante para a sociedade, tendo em vista a visita do primeiro Papa latino-americano. “Será um grande momento com alguém que vem para estender a mão para toda a realidade brasileria, a todos que com ele queiram construir um mundo mais justo”, disse o arcebispo, lembrando que o Rio acolhe o Papa Francisco com os braços abertos.

Sobre a organização da JMJ 2013, envolvendo as diversas parcerias realizadas, o arcebispo destacou que tudo foi feito para que os jovens sejam os grandes protagonistas. Em relação às dificuldades enfrentadas pela cidade do Rio de Janeiro, bem como pelo Brasil, Dom Orani disse acreditar que a JMJ fará com que todos sejam mais responsáveis pela justiça e pela fraternidade, dedicando um maior empenho pela dignidade.

“Eu tenho a certeza de que a JMJ, como já a vislumbramos, faz com que, nesse cenário maravilhoso, a beleza dos ideais da juventude serão revificados, reanimados. Por isso nós desejamos que toda a comunicação, toda a imprensa possa ajudar, através do seus olhos e ouvidos, a levar essa mensagem de construção de um mundo melhor”.

Também presente na coletiva, o prefeito da capital carioca, Eduardo Paes, deu as boas-vindas aos peregrinos e a toda a imprensa. Ele lembrou que, nesse fim de semana que se passou, já foi possível experimentar a força da JMJ. “Quem andou pela cidade viu jovens caminhando por todos os lados levando a sua palavra, a sua força, a sua fé”.

E para mostrar a diversidade da realidade juvenil que comparece à JMJ, estiveram presente cinco jovens, provenientes do Brasil, Síria, Argentina, Moçambique, México e China. Em uma rápida intervenção, eles falaram sobre sua relação com a Jornada e manifestaram seu desejo de que tudo corra bem durante o evento.

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo