Formação para jovens brasileiros

"Não tenham medo de falar de Jesus", diz Dom Geraldo aos jovens

Luana Oliveira,
Enviada especial ao Rio de Janeiro

“Não tenham medo de falar de Jesus. Confie no Espírito Santo!”

Cerca de 750 jovens participaram da catequese, no bairro do Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro, com a presença do Arcebispo de Salvador (BA), Dom Geraldo Majela. O encontro é dividido em três partes: a catequese feita pelo bispo, testemunho de um jovem e a Santa Missa.

Dom Geraldo exorta jovens durante catequese da JMJ (Foto: Wesley Almeida/CN)

Dom Geraldo exorta jovens durante catequese da JMJ (Foto: Wesley Almeida/CN)

Na catequese, padre José Luís, da paróquia Sagrado Coração, acolheu o arcebispo, que iniciou a catequese recordando seus 57 anos de sacerdote e 30 anos como bispo. Ele confidenciou aos jovens as várias missões das quais participou e afirmou: “Sou e quero ser sempre discípulo de Cristo, é um movimento que não tem fim; seremos sempre enviados, pois nós não nos pertencemos, mas somos enviados pela Igreja”.

Durante a catequese, os jovens vindos de diversas partes do Brasil como Amapá, Rio Grande do Norte, Paraná e Ceará ouviram atentos as palavras de Dom Geraldo: “Os jovens precisam se dispor a servir o Evangelho. Sejam discípulos e missionários de Cristo. Todo batizado é um outro Cristo e é enviado ao seu povo.”

Jovens participam de catequese em língua portuguesa (Foto: Wesley Almeida)

Jovens participam de catequese em língua portuguesa (Foto: Wesley Almeida)

Citando o Evangelho, Dom Majela recordou a confiança que os discípulos tinham em Jesus e a fidelidade no cumprimento das missões que Ele os enviava: “Não tenham medo de falar de Jesus, confiem no Espírito Santo!”. E ainda: “Sejam portadores da esperança”.

“A palavra de ordem que o Senhor nos dá é amar. Devemos amar em todos os momentos e testemunhar o amor a todos. Aprendamos com o Senhor a interceder uns pelos outros, pois é isso que o Evangelho nos mostra”, acrescentou o arcebispo.

Em seu testemunho, o jovem Leonardo falou da experiência que fez na última Jornada, na qual descobriu a vocação de jornalista e, hoje, trabalha no setor de comunicação da JMJ no Rio de Janeiro.

Após o testemunho, o arcebispo respondeu perguntas sobre as dificuldades sociais, a missão do Papa Francisco e a homossexualidade.

Catequese

São 273 locais espalhados, em 10 regiões do Rio de Janeiro, e dioceses vizinhas, chamadas sub-sedes como Niterói, Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Os peregrinos são direcionados às catequeses próximas aos seus locais de hospedagem, onde são distribuídos aos peregrinos o café da manhã.

São 133 sedes em língua portuguesa e 50 em espanhol. As outras línguas principais do evento estarão distribuídas da seguinte forma: 25 locais para a catequese em inglês, 15 em italiano, 15 em francês, oito em alemão e cinco em polonês.

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo