Jovens poderão visitar catedral e museu de arte sacra

Catedral de São Sebastião fará parte do 'Itinerário da Fé' durante a JMJ

Alessandra Borges
Da redação

Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro

Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro

A Catedral Metropolitana de São Sebastião é um dos pontos  de visitação, no Rio de Janeiro, por sua estrutura arquitetônica inconfundível em formato de pirâmide. Segundo informações, a forma circular e cônica da Igreja significa uma relação de proximidade das pessoas com Deus.

Com sua estrutura diferenciada das tradicionais Igreja, o seu interior também apresenta quatro vitrais que simbolizam as quatro características da Igreja: Una, Santa, Católica e Apostólica.

Por conta da JMJ Rio 2013, a catedral receberá a visita de muitos jovens, pois ela faz parte do ‘Itinerário da Fé da JMJ’, cujo objetivo é apresentar cerca de 34 edificações entre igrejas, basílicas, mosteiros, catedrais, capelas e museus. Todas as visitas serão guiadas por voluntários da Jornada, que receberam instruções sobre arquitetura e arte sacra, além de proporcionar aos peregrinos um momento de reflexão durante os passeios guiados.

Museu Arquidiocesano de Arte Sacra do Rio de Janeiro – Além da Catedral Metropolitana de São Sebastião, a juventude é convidada a conhecer um outro ponto de visitação localizado no interior da igreja.

Segundo a museóloga responsável pelo museu, Marli de Assis, os peregrinos vão conhecer não só arte sacra, mas também a história da cidade e do Brasil. Hoje, o acervo conta com 6 mil peças catalogadas entre esculturas, pinturas indumentárias e mobiliários que vão desde o século XVI ao XIX.

Os principais acervos são: esculturas brasileiras, italianas, portuguesas e francesas, que vão desde o período protobarroco, barroco e rococó. Os quadros são bastante importantes, pois são de artistas renomados”, explicou Marli.

A partir do dia 22 de julho, o museu funcionará das 8h às 18h. Devido aos eventos programadas para JMJ Rio 2013, na catedral, o museu não abrirá na sexta-feira e no sábado. Os jovens que visitarão o museu durante a Jornada contarão com visitas monitoradas pela museóloga, Marli, a qual terá a ajuda de voluntários.

:: Confira a reportagem sobre os pontos turísticos do Rio de Janeiro

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo